Angola antecipa pagamento e quita empréstimo com Brasil. E agora?

Imagem
Os empréstimos brasileiros concedidos via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para os países africanos geraram polêmicas durante o período pré-eleitoral e eleitoral. Vários candidatos utilizaram do argumento para plataforma política e até acusações consideradas infundadas sobre lavagem de dinheiro.
Nesta segunda-feira (9) o Ministério da Economia divulgou nota onde afirma que Angola antecipou o pagamento de todas as parcelas do empréstimo adquirido via BNDES com o Brasil. O dinheiro foi repassado através de parceria entre o governo angolano, a iniciativa privada e o governo brasileiro. 
Angola honrou o compromisso e não deve mais nenhum centavo ao Brasil. Vale ressaltar que o empréstimo rendeu juros aos cofres públicos possibilitando o aumento da receita.

João de Deus | Abusou de crianças: “Eu falava o tempo todo: ‘Quero a minha mãe. Tá doendo’

Crianças e adolescentes também estariam entre as vítimas de abuso sexual do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus. As informações são do Extra.

Uma jovem, em relato ao programa “Fantástico”, contou ter sido violentada pelo menos 10 vezes quando tinha apenas 11 anos. Os abusos teriam ocorrido na Casa de Inácio Loyola, em Abadiânia (GO), onde o médium atendia.

“Ele pediu para eu colocar a mão para trás e eu senti uma coisa estranha e comecei a chorar e disse: ‘O que é isso?’. Ele falou: ‘É o que vai te curar’. Aí, ele veio na minha frente e fez o que fez comigo. Tudo o que você pode imaginar”, disse a mulher hoje com 41 anos. A ameaça, segundo ela, era tanto física quanto psicológica. “Fica de costas, fecha os olhos e não abra em hipótese alguma. Se você abrir, vai ficar cega, porque a luz é muito forte”.


“Eu falava o tempo todo: ‘Quero a minha mãe. Tá doendo’. E ele mandava eu ficar quieta: ‘Fica quieta, senão eu mato a sua família’”, lembra ela, chorando.

Ao todo, 25 vítimas procuraram o “Fantástico” para relatar abusos sofridos. Segundo as vítimas, os crimes ocorriam desde a década de 1980.

Outra vítima contou que quando tinha 15 anos, os pais foram pedir ajuda para o médium porque a menina estava depressiva e não saia da cama.

Na primeira consulta, João de Deus teria pedido para ficar sozinho com a adolescente. “Ele mesmo pegava a mão dele e fazia eu manipular o seu pênis. De repente, pegou na minha cabeça e a abaixou para que eu fizesse sexo oral nele”.

Investigação

Segundo o Ministério Público de Goiás, João de Deus já vinha sendo investigado pelo órgão desde o primeiro semestre de 2018, quando a procuradoria de Abadiânia começou a receber as primeiras denúncias.


Comentários

  1. Respostas
    1. Que horror!!! Um psicopata destes tem que ser isolado, num manicômio judicial, e apodrecer pelo resto da vida na prisão...

      Excluir
  2. Como esses crimes ficaram tanto tempo sem punição. As investigação precisam entrar nessa questão, porque vai encontrar os cúmplices. Esse criminoso João do cão estava agindo com muita facilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade estava muito tranquilo sobre a impunidade.

      Excluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência