Sport TV lança comercial polêmico e profano

Imagem
O Canal Sport TV lançou sua chamada oficial para a decisão da Taça Libertadores da América entre Flamengo e River Plate, no próximo dia 23 de novembro. A chamada está gerando a maior polêmica nas redes sociais e no meio religioso.
No vídeo aparecem imagens de santos, velas e de Jesus Cristo. A comunidade cristã está contestando a peça publicitária que circula em Portugal.
Tentamos contato com a empresa mas ninguém retornou até o fechamento dessa matéria.


Assista e deixe sua opinião sobre o marketing esportivo do Sport TV.

Escândalo | Arregaçaram o Brasil: meia dúzia de jornalistas custavam R$ 30 milhões

O pilar mais importante do atual governo tem nome: general Santos Cruz. O ministro está empenhado em um enorme levantamento de contratos entre o Poder Público e a iniciativa privada. No pente fino do novo ministro não escapa ninguém.

Santos Cruz, até o momento, permanece inabalável. Sobre ele ainda não recaiu nenhuma denúncia ou suspeita de favorecimentos. Com a caneta na mão e o aval do presidente Jair Bolsonaro, ele tem mantido a linha dura e a pontualidade de um militar no cumprimento da missão.

Vários contratos estão sendo auditados e a cada análise vem o susto.

No governo Dilma Rousseff, a administração pública mantinha um contrato com a empresa CDN (Central de Notícias) da ordem de R$ 30 milhões para manter, no exterior, meia dúzia de jornalistas nomeados na condição de embaixadores. Eles, segundo o governo, eram responsáveis pelo elo da assessoria de imprensa do governo com a mídia estrangeira. Esse tipo de trabalho no mundo digital custa quase zero e não necessita de agentes externos fixos.

Santos Cruz mandou suspender o contrato e cancelar a manutenção dos tais jornalistas no exterior. Pode esperar que a imprensa irá redobrar a carga de denúncias contra o governo na intenção de conseguir mais mordomias.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência