Rodrigo Maia recebe envelope com fezes

Imagem
O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu em seu gabinete como parlamentar, localizado no Anexo IV da Casa, um envelope contendo detritos fecais, há cerca de dez dias. O caso do envelope com fezes está sendo investigado pela Polícia Legislativa da Câmara.
Segundo rumores, o próprio Maia contou a amigos sobre o envelope e pediu que o caso fosse investigado. A informação é que o envelope foi aberto por uma funcionária do gabinete.
Outros deputados teriam recebido envelopes semelhantes em seus gabinetes. Na ocorrência, a Polícia identificou um remetente falso e registrou o conteúdo como “fezes”.

Brasil | Renan nunca mais! Dar posse a Renan é dar poder ao PT

A hipótese de vitória de Renan Calheiros (MDB-AL) na eleição do novo presidente do Senado está transformada na principal assombração política neste início de ano. Possibilidade que ficou mais próxima com a confirmação da votação secreta na escolha do novo presidente.

Mobilizações populares estão sendo anunciadas, como a que vai acontecer em Curitiba e as que estão anunciadas para outras cidades.

A maior manifestação, contudo, já ocorre nas redes socais, ferramenta vital na eleição de Jair Bolsonaro e na formação de uma nova consciência política nacional. 

Circulam intensamente cartazes, charges e faixas para todos os gostos: “Acorda, Brasil. Não elegemos Bolsonaro para ter um corruPTo no Senado.

Dar poder a Renan é dar poder ao PT”. Com a foto de Renan: “Se eu for eleito vou melar o governo Bolsonaro fazendo oposição”. “Renan é a velha politica do mal”. “Voto secreto: na urna, protege o eleitor, mas no Congresso protege politico bandido”. “Um réu quer calar a Justiça no Brasil. Não permitiremos”. Foto de Renan abraçando Lula: “Corruptos, nunca mais. #forarenan”.

Pergunta que não quer calar: depois do que ocorreu nas eleições é possível admitir que um corrupto confesso seja eleito presidente do Senado? O Brasil de hoje pode conviver com um senador que responde a 18 inquéritos, renunciou à presidência do Senado por corrupção, e passaria a ocupar a terceira posição na linha da sucessão presidencial?

Renan Calheiros não tem currículo, mas prontuário policial. Só no STF são 13 denúncias por corrupção da Procuradoria da República. Defende e apoia notórios corruptos e quis acabar com a Lava-Jato. Contra tudo e contra todos, diz que Lula é preso político.

Sua eleição será uma bofetada na cidadania brasileira.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência