Entregador do IFood é ameaçado por policial militar. Câmeras flagram ação

Imagem
A conduta do policial militar que ainda não teve seu nome revelado demonstra abuso de autoridade. O caso foi registrado por câmeras de segurança de um condomínio no Distrito Federal.
O entregador do IFood realizava o serviço quando teve que parar a motocicleta para fazer a entrega dentro do residencial. Por um instante apareceu o homem de camiseta e bermuda que obrigou o trabalhador sair do local. Não satisfeito, ainda sacou uma pistola da cintura em grave tom de ameaça contra a vida do motoboy. 
Ainda não se sabe o motivo de tanta ignorância. O caso foi registrado e será apurado pela 12ª Delegacia de Polícia.


Confira a atitude bizarra e grotesca de um policial que estraga a imagem da corporação.
Toda profissão tem que ser respeitada! Esse homem sentado ele é motoboy do ifood ele foi fazer uma entrega de rotina em um Residencial e por conta de ter estacionado o veículo dentro do prédio o policial que mora no condomínio foi expulsa-lo !! Isso é inaceitável pic.twitter.com/libTE9BP1d — Sar…

Balanço geral | Governo Temer arrombou o país no cartão corporativo

A conta dos cartões de pagamento do governo federal (CPGF), os famosos cartões corporativos, custaram R$ 52,2 milhões ao contribuinte brasileiro em 2018. O valor está longe do recorde histórico de gastos, atingido pelo governo do petista Lula em 2010, com mais de R$ 80 milhões, mas representa uma média de gastos anual de quase R$ 9 mil para cada um dos 5.833 portadores de cartão corporativo do governo.

Existem dois tipos diferentes de cartões, além do CPGF. Um para emergências de Defesa Civil e outro para Compras Centralizadas.

No total, os três tipos de cartões de crédito do governo federal custaram mais de R$ 235,2 milhões.

O tipo de cartão do governo que mais custou ao contribuinte em 2018 foi o de Compras Centralizadas; R$ 136,1 milhões.






Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!