Policiais disparam contra o rosto de uma mulher

Imagem
Elizangela Moraes, 44 anos, estava sentada em um banco com o namorado no município de Sorriso (MT), a 420 quilômetros de Cuiabá, quando os dois militares viraram uma esquina e efetuaram os disparos. Ela foi baleada no rosto e no pescoço.
Segundo testemunhas, os policiais Ezio Sousa Dias e Webert Batista Ribeiro, ambos de 30 anos, se envolveram em uma confusão em um bar. Os dois foram presos em flagrante. 
O namorada da vítima, Osvaldo Pereira Gomes Neto, disse, no entanto, que não havia confusão. "Eles nem falaram com a gente, não conhecíamos eles. Nós temos que respeitar a polícia em uma abordagem, porque somos pessoas de bem, mas eu pergunto, o que justifica esse tiro?", questiona. Seu relato foi publicado no G1.
(com informações do G1)



ESTAMOS EM GUERRA | Mais um incêndio criminoso

O povo brasileiro precisa decidir em qual lado estará quando tudo for deflagrado. Dois lados estão em guerra neste momento no Brasil: as Forças Armadas e o crime organizado. 


A forte presença das Forças Armadas em pontos estratégicos do país desencadeou a ira do crime organizado que atua em várias frentes provocando pânico e desespero na população. Vários incêndios começaram a ocorrer depois que as Forças Armadas fecharam o cerco.



No último dia 24, em São Paulo, um incêndio criminoso foi provocado dentro do 39º Batalhão de Polícia Militar, em Artur Alvim. Duas viaturas e uma moto da PM foram queimados. Os peritos constataram que o ato foi premeditado.

Quer dicas importantes? Assine comigo.


As Forças Armadas decidiram atuar contra o crime organizado desarticulando e abatendo criminosos que atuam no tráfico de drogas. Isso pode ter sido o ingrediente necessário para desencadear atos como esse incêndio em São Paulo.

O povo deve decidir se estará ao lado das Forças Armadas neste conflito contra o crime organizado ou se deixará que a criminalidade tome conta do Estado de forma definitiva.





Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!